-->

AD (728x60)

6 de março de 2012

Millenium : A garota com tatuagem de dragão!

Share & Comment
 UMA BOSTA, RECOMENDO FIRMEMENTE QUE ASSISTAM AO ORIGINAL!
Já começou errado o filme: no original ele aceitava ajudar o velho, vô da guria, pelo simples prazer que um jornalista investigativo teria:
o prazer investigar e trazer à tona a verdade, solucionando o mistério.
No remake ele aceita para poder ter acesso às provas que o cara que ele acusou ser corrupto realmente era, ou seja, americano sempre tem q lucrar algo;
Lisbeth Salander nunca encontrava com o tutor bonzinho dela, os personagens, ele só aparece um pouco no 3º filme se não me engano.
O abuso q a Lisbeth sofre do tutor malvado é um dos pontos principais do filme, no sueco Lisbeth deixa acontecer ( o do sexo oral ) e no remake a americana colabora, ela participa.
Outro ponto que não gostei porque a Lisbeth era para ser uma VÍTIMA e nessa cena do remake ela seria CÚMPLICE!
E logo no começo das investigações já lançaram uma luz p pessoas considerarem o pai da Harriet como suspeito.
A história da foto de Harriet que foi tirada em uma janela e que enganou o vô dela por 40 anos, o jornalista descobriu em 3 seg quem era.
Isso que o velho conhecia a neta dele desde pequena e olhou para foto trocentas x e não viu o engano. No outro filme demorou para o jornalista descobrir e foi só por causa de um colar que ela usava que nem sequer foi mencionado nesse filme.
Perderam o fio da meada.
A cena em que o tutor a estupra foi muito mais violenta e realista no sueco.
E na hora em que ela se vinga do tutor, Lisbeth faz muita força para enfiar o consolo no furico dele e demora mais que no remake que dá a impressão que ele já tinha feito isso outras vezes ou que ela tinha uma força sobre-humana.
Até porque enfiar algo num c* à contra gosto não deve ser fácil, imagina de quem tá se khndo de medo.
E ela não encontra mais o tutor mau até o 2º filme quando descobre que ele tá pensando em remover a tatoo que ela fez e também por causa dos relatórios que ele faz. Nesse eles se encontram no elevador onde ela o ameaça novamente e fala sobre os relatórios.
E o q a Lisbeth ajudava ele a descobrir sem sequer ter encontrado ou  conhecido o jornalista ( nomes ou iniciais seguidos de núm em um papel e ela disse q eram versículos da Bíblia, e todos pensavam ser nomes e números de telefones) eles fizeram ser a filha do jornalista que descobre só por ver o papelzinho.
Só por essa cena, dela enviando o que seriam as anotações dele e desvendando o que eram os números e nomes,  eu achei ela massa e podre de inteligente quase igual ao Jane (The Mentalist).
Ela havia hackeado o notebook do jornalista para acompanhar e-mails e fazer a investigação que eles comentam o relatório no começo do filme, e é assim q ela descobre o q ele tava investigando e resolve ajudar.
No remake além de todas as outras bolas fora o jornalista é quem pede uma ajudante e eles enviam a Lisbeth.
O jeito que descobrem o que aconteceu é idiota.
A Lisbeth não pegava dinheiro dele emprestado, ela pegava era o corrupto que o jornalista tinha acusado na Millenium. E ela lembrava, muitas vezes, dela quando criança jogando algo inflamável ( não lembro o que ) em uma pessoa num carro e atirando um fóforo aceso e depois aparecia que era um homem.
Mais adiante ou no outro filme, não lembro, daí sim dava a entender que era o pai dela.
E a Lisbeth ia e vinha, usava ele para sexo do nada e não demonstrava afeto. Era parte do mistério dela.
Nesse ela conta porque tem um tutor, coisa que no outro ele nem ficava sabendo até o processo, ainda aos 23 anos e que queimou o pai dela e ela mesma se considera louca.
Já quase no final do filme ela pede para matar o cara, no sueco ela simplesmente vai atrás dele que sofre um acidente e ela o deixa no carro para morrer. Claro que a gente nota que a intenção dela era de matá-lo.
Se superou em idiotice esse filme, no final ela vai dar um presente para ele e o vê com a outra.
No original a Lisbeth tá cagando para o jornalista e além de sumir sem deixar rastro, some com toda a grana e deixa ele morrendo de saudade dela.
É, eu estava totalmente certa, deveria ter olhado apenas os originais.
Sabia que iam cagar com o filme, mas não pensei que fosse tanto assim.
Tags:

Postado por

A maluca!

1 comentários :

  1. Aconselho-o(a) a ler o livro. Só assim poderá ter a certeza de qual dos filmes, o sueco ou o americano está mais próximo do original. Eu não vi nenhum dos filmes, mas do que li no seu post, nalguns aspectos o filme sueco está mais próximo da história original, noutros aspectos é o filme americano quem segue mais de perto a história original.

    ResponderExcluir

 

Animes

Brotherhood
Bleach
Ao no exorcist
Fairy Tail
One Piece
Rosario vampire

Melhor visualizado:

1
2
3

Segue aí, ou não!

We've been here!

Copyright © Emaranhado de maluquices... | Personalizado por Rott, projetado por Templateism.com